Beleza, ItRê

Mude os padrões de beleza, não o seu corpo

dezembro 8, 2015

1

Em uma conversa falando sobre dieta com uma amiga (ex modelo) surgiu o assunto: “na minha época de modelo a gente fazia a dieta da cenoura. Comíamos apenas cenoura.” Ela disse que a mão chegava a ficar amarela por conta disso. Fiquei de boca aberta quando ela falou. Como assim gente? Como pode uma pessoa comer apenas cenoura? Achei que só os coelhos poderiam viver comendo apenas cenoura.

Fui eu procurar na internet a tal dieta da cenoura. Sim, ela existe. Principalmente neste universo de top model. Pesquisando lá e cá me deparei com uma reportagem dizendo que Charli Howard estava “muito grande” e “fora de forma” para ser modelo. Ela tem 1,72 m e veste entre 34 e 36. Oi? Como assim fora de forma? Uma agência de modelos britânica, enviou para ela a resposta em que ela não poderia fazer parte da agência em uma carta aberta (sem meias palavras) no Facebook. Howard mandou a agência “se fu**r” e disse que não iria mais se esforçar para perder peso. Mandou bem, Charli!

2

Gente, me recuso a entrar nesses padões de beleza e me sentir envergonhada e triste todos os dias por não alcança-los. Como vivem essas modelos?

Charli disse: “Quanto mais vocês fazem a gente perder peso e ser pequena, mais os designers têm que fazer roupas que caibam na gente, e mais garotas estão ficando doentes. Não é mais esta imagem que eu escolho representar”, precisamos de mais gente como ela, que cansou de seguir padrões. Isso acaba influenciando uma menina jovem que sonha com a carreira de modelo. Por isso, tantos casos de anorexia já foram constatados.

3

Na França, foi criada uma lei que proíbe a atuação de modelos com massa corporal muito baixa. Isso deveria ser assim em todos os lugares do mundo.

Modelos que vestem 36 estão ouvindo que precisam perder peso. E a saúde? E a alimentação saudável?

Eu confesso que minha alimentação não é saudável como deveria mas,  nunca pensei em mudar meus hábitos alimentares para seguir um padrão de beleza.

Vamos mudar esses padrões?

Você pôde igualmente gostar

Sem comentários

Deixe um comentário